Entrega do Mérito Esportivo Panathlon 2017 emociona

postado em: 20 dez 2017

Agraciados com o Mérito Esportivo Panathlon 2017

Evento feito com o idealismo que move uma entidade de voluntariado e ao mesmo tempo com extremo profissionalismo e seriedade, o Mérito Esportivo Panathlon 2017 emocionou na noite de quinta-feira, dia 7, na AABB Juiz de Fora.

Coube a Hudson, campeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, e ganhador do brinde cedido pela HR Embalagens, falar em nome dos agraciados. Emocionado, destacou o orgulho em voltar a Juiz de Fora, cidade em que defendeu Tupi e Tupynambás no futebol de campo e diversas equipes no futsal, desde garoto, no Colégio dos Santos Anjos.

Vanessa Silveira (Dpto HR) recebe homenagem do Panathlon pelo apoio ao esporte

Entre atletas, ex-atletas, árbitro, entidades e empresas que incentivam o esporte, foram 25 agraciados. A representatividade de quem não pôde comparecer, mas enviou mensagens em vídeo, apresentadas ao longo da premiação, é um bom demonstrativo do alcance do evento e do destaque alcançado por alguns atletas.

Da Inglaterra, o lateral Danilo Luiz, do Manchester City e da seleção brasileira, deixou o seu recado – na entrega foi representado pelo irmão, Dener. De Barcelona, na Espanha, os convidados ouviram as palavras do sempre humilde e vitorioso Leo Santana, que passou a defender o Barça este ano e foi convocado recentemente – pela primeira vez – para a seleção brasileira. A mãe do atleta, Rosali, subiu ao palco para representá-lo.

Guilherme Oliveira, um dos expoentes do vitorioso handebol da cidade, gravou a sua mensagem da Itália – acertou recentemente sua transferência para um clube de Térano e viu, no dia que chegou ao clube, a flâmula do Panathlon local na sala do presidente.

Felipe Roque, revelação juiz-forana do handebol que defende o Minas Tênis Clube, também fez questão de agradecer, em vídeo, a homenagem. Os pais Edson e Beatriz subiram ao palco para receber o Mérito.

Orgulhosos também estavam Edson e Cléia, que representaram o assistente da Fifa, Marcelo Van Gasse, em atividade no Mundial de Clubes da Fifa e já relacionado para a Copa do Mundo da Rússia.

Basileu Tavares e Cláudio Esteves

A solenidade marcou ainda transmissão de cargo de presidente da entidade juiz-forana. Cláudio Esteves, após o segundo mandato, “passa a bola” para Basileu Tavares, que responderá pelo Panathlon local no próximo biênio, 2018-1029.

Antes da premiação, o palco recebeu os próprios associados para uma foto, o vice-prefeito de Juiz de Fora, Antônio Almas, e Wadson Ribeiro, Secretário Extraordinário de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif).

Panathlon

O Panathlon é uma entidade sem fins lucrativos, que conta com algumas parcerias e promove eventos ao longo do ano para poder manter a tradição de promover, a cada final de temporada, a maior e mais importante festa aos destaques do esporte, nomes que projetaram o esporte local. As principais bandeiras do movimento panathlético no Brasil e no mundo são a disciplina, a ética no esporte e o combate ao doping. A união proporcionada pelo esporte é o objetivo principal.

O evento teve apoio de Estojos Baldi, Hiperroll Embalagens, Aurora Alimentos, Grupo Rezato, UpTime, Zé Kodak Estação Digital, El Shadai Viagens e Turismo, Gráfica América e Restaurante Diamantina.

Hudson Rodrigues dos Santos – Futebol: “Foi uma temporada muito boa, a minha ida para o Cruzeiro foi de certa forma inesperada, eu achei que ficaria no São Paulo em 2017 e a transferência acabou acontecendo, bem no finalzinho de 2016, mas fui muito bem recebido lá. O grupo me abraçou de uma maneira muito boa. A conquista da Copa do Brasil me proporcionou um amadurecimento incrível, e os confrontos difíceis, nos quais sempre éramos tidos como o time azarão, me proporcionaram um crescimento grande como jogador. Todos estão de parabéns. Quanto ao Mérito, confesso que fui pego de surpresa, não esperava. Me senti honradíssimo e não pensei duas vezes em participar. Juiz de Fora tem muitos atletas e é uma honra estar entre os 25 agraciados. É isso que buscamos na carreira, o reconhecimento para ver que estamos no caminho certo.”

Luiz Mauricio Dias – Atletismo: “2017 foi um ano muito bom, consegui uma boa marca no final do ano, consegui bater o recorde do campeonato, cheguei bem próximo do índice, e agora é trabalhar para o ano que vem. Logo no início tem o mundial sub-20. Achei bacana o Mérito (Esportivo Panathlon 2017). Já tinha recebido uma premiação no meio do ano também, e é sempre bom ter o trabalho reconhecido.”

Raphaela Diesse – Atletismo: “O ano de 2017 para mim foi muito importante, tive muitas conquistas inesperadas, como no meu último campeonato, onde tive cinco quebras de recorde no mesmo dia. O Mérito é o reconhecimento que todo atleta busca, da uma motivação para seguir em frente.”

Pedro Henrique de Oliveira – Atletismo: “Receber o Mérito é algo que vou levar durante toda a minha carreira. Vai ficar marcado, e é muito gratificante depois de um ano muito bom. Só tenho a agradecer.”

Maurício Carvalho e Aullus Seccadio – Futevôlei: “Para nós, 2017 foi o inicio de uma caminhada, e um ano muito promissor, que superou as expectativas com a conquista do Campeonato Mineiro, e essa premiação já coroa esse bom começo de trabalho e da mais motivação ainda para começar 2018 com o pé direito.”

Rodrigo Ribeiro Rezende – Ginástica de Trampolim:  “Foi um ano muito bom, com muitas conquistas, o ano em que mais conquistei medalhas, e é muito bom terminar 2017 recebendo esse Mérito.”

Cláudio Esteves, Dr. Renato Villela Loures, Presidente da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora – Plasc (Incentivo ao Esporte) e Mônica Bellini Mendonça (Panathlon Club JF)

Renato Villela Loures – Incentivo ao Esporte: “A Santa Casa e o Plasc, não poderiam ficar fora do apoio ao esporte. Lembre-se de que o esporte é saúde, e não queremos só tratar a saúde, e sim dar saúde à população. O Panathlon é uma entidade que apoia o esporte, e uma premiação dessa mostra que estamos no caminho certo, mostra que não tratamos só a doença, nós tratamos a saúde.”

Danielly Vitória – Taekwondo: “Fiquei muito feliz pelo ano de 2017. Fui vice-campeã do Grand Slam, campeã da Copa do Brasil, tricampeã mineira e bicampeã brasileira e participei do Mundial no Egito, que foi minha primeira viagem internacional, o que me trouxe bastante divulgação.  Não estava esperando receber esse prêmio. Me deixou muito feliz.”

Antônio Almas, vice-Prefeito de Juiz de Fora: “O esporte tem uma importância nas políticas públicas, de integrar socialmente as pessoas, e existe o lado do esporte de rendimento, que são os destaques premiados aqui hoje. Pessoas que são destaques regionais, nacionais e internacionais. O Prêmio faz com que o esforço seja reconhecido. Na Prefeitura (de Juiz de Fora), mesmo com o momento econômico não sendo muito favorável, há uma orientação do prefeito de apoiar tudo aquilo que for possível em relação ao esporte, isso é muito importante.”

 

Voltar
Tradução »

2018 Hiperroll Embalagens. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento Misto Quente Comunicação